sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Andrade - "Um excelente produto da cantera leonina"

Luis Filipe Andrade de Oliveira, conhecido no meio futebolístico por Andrade, nasceu em Lisboa a 30 de Setembro de 1973.
Andrade foi um dos muitos jogadores formados no Sporting que vieram a fazer uma bonita carreira no futebol português quando subiram ao escalão senior.
Com efeito, Andrade percorreu, ao longo de 7 anos, todos os escalões das camadas jovens do clube de Alvalade, tendo sido infantil durante 1 ano, iniciado durante 2 anos, juvenil também 2 anos e júnior igualmente 2 anos. Curiosamente, foi no seu último ano de júnior, na época de 1991/92, que Andrade se sagrou campeão nacional pelo Sporting, com 18 anos.

Desde cedo que Andrade se distinguiu nas camadas jovens do clube de Alvalade, não estranhando, por isso, que passasse regularmente a fazer parte dos convocados para as selecções nacionais jovens. Em representação dos vários escalões jovens de Portugal, Andrade totalizou 45 internacionalizações, distribuídas da seguinte forma: 9 vezes internacional sub-16, 12 vezes sub-18, 19 vezes sub-21 ("esperanças") e 5 vezes internacional olímpico.
Ao serviço das selecções nacionais jovens, Andrade atingiu dois momentos altos: foi vice-campeão europeu de sub-16 ("juniores B") em 1988 e integrou a selecção nacional que alcançou um honroso 4º lugar no torneio olímpico de futebol dos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996. Andrade, então ao serviço do Estrela da Amadora, foi titular em 5 dos 6 jogos realizados por Portugal nos Jogos de Atlanta, actuando no lugar de defesa direito, tendo efectuado boas exibições nesta posição.
Andrade subiu a sénior no início da época de 1992/93, indo representar o Estoril, então a militar na 1ª Divisão, ao serviço do qual joga durante 3 temporadas, a última das quais no escalão secundário (1994/95). Na época seguinte (1995/96), Andrade ingressa no Estrela da Amadora, tendo, no final dessa época, regressado ao Sporting, integrando o plantel leonino durante a pré-época relativa à nova temporada de 1996/97. Porém, não sendo opção para jogar e não tendo chegado sequer a realizar qualquer jogo pelos "leões", Andrade vai jogar no Belenenses até ao final daquela época, permanencendo no Restelo na temporada seguinte (1997/98).
Após uma boa época realizada ao serviço do Belenenses, Andrade despertou o interesse do Benfica, sendo contratado pelo clube encarnado por duas temporadas. No final da 2ª época na Luz, Andrade é emprestado ao Sporting de Braga, clube onde permanece apenas durante uma temporada (2000/01). Na época seguinte, Andrade regressa de novo ao Benfica, onde fica mais duas épocas, saindo definitivamente no final da temporada de 2002/03, sendo então contratado pelo Tenerife da 2ª divisão espanhola. Após uma época em Espanha, a carreira de Andrade na 1ª divisão termina na época seguinte (2004/05) ao serviço da Académica.
A carreira de Andrade como futebolista sénior prolongou-se ao longo de 13 temporadas, entre 1992/93 e 2004/05, tendo, durante este longo período de tempo, realizado um total de 249 partidas, das quais 196 na 1ª divisão, 32 na 2ª divisão e 21 na 2ª divisão espanhola. Andrade disputou ainda 9 jogos nas competições europeias de clubes: 4 jogos a contar para a Taça UEFA e 5 jogos a contar para a Liga dos Campeões.
Como futebolista, Andrade revelou-se sempre um jogador raçudo, combativo, que nunca virava a cara à luta, destacando-se, ainda, pelo bom sentido táctico e posicional que possuia e por uma grande capacidade defensiva, sendo muito forte na marcação individual. Para além destas qualidades, Andrade era um jogador polivalente e versátil, com uma técnica bastante razoável, podendo ocupar qualquer lugar na defesa (embora preferencialmente jogasse como lateral direito) ou no meio campo defensivo, jogando sobretudo a "trinco".
Relativamente a Andrade, pode-se afirmar que nasceu sportinguista, fez-se jogador no Sporting, mas depois de se sagrar campeão nacional júnior pelo clube de Alvalade, emancipou-se com 19 anos, iniciando uma bonita carreira de sénior longe do seu clube do coração. Por um motivo ou por outro, nunca se proporcionou o seu regresso à "casa-mãe", mas isso não impediu que Andrade tivesse granjeado a simpatia e o respeito dos sportinguistas e conquistado um lugar de destaque nas camadas jovens do Sporting, ficando, para a história, como um dos grandes jogadores formados na excelente escola de formação do clube leonino.
Actualmente com 36 anos, Andrade ainda joga futebol no Odivelas SAD, a militar na 2ª Divisão B, sendo, igualmente, treinador da equipa de Infantis B e de futebol de sete do clube "Sociedade Musical e Desportiva de Caneças", colectividade de cariz desportivo e cultural daquela localidade (http://www.sociedademusical.com/).
A foto que apresentamos em baixo é referente a uma das formações da selecção nacional olímpica que alinhou no respectivo torneio olímpico dos jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996. Nesta foto podemos reconhecer Andrade com a camisola nº6 (o 2º a contar da direita, em baixo). Nesta equipa estão presentes jogadores que, na altura, representavam o Sporting. O Armazém Leonino lança o desafio aos seus visitantes no sentido de tentarem identificar esses jogadores, para além de elaborarem a constituição completa da equipa.

11 comentários:

Anónimo disse...

Representavam o Sporting 6 jogadores - Peixe(4) Vidigal (13)Paulo Alves(9) COstinha(1?)Dani(18)AFonso Martins(10)

Representaram antes o Sporting Capucho (8) Andrade (6)

Representaram depois o Sporting Rui Jorge(11) Rui Bento (3)

nunca jogou no Sporting Lito (17)


portalsporting

Andrade disse...

Falta nesta equipa o maior sarrafeiro da história... Beto

Anónimo disse...

Andrade...um grande sarrafeiro. Mais sarrafeiro do que ele, contudo, ainda conseguia ser o Lito que nesta foto está entre o Vidigal e o Paulo Alves.

NUNO RAMOS disse...

Recordo-me de um jogo da selecção de Sub 21, penso que foi para o apuramento dos jogos Olimpicos de Atlanta, em que recebemos a Itália no Estádio da Luz e vencemos por 1-0, esse jogo ficou celebre pelo o Andrade ter "secado" por completo o Del Piero que já era uma grande estrela. O Del Piero acabou esse jogo totalmente desgastato com o Andrade.

em-alta disse...

Vi esse jogo com o Manuel Lacerda (tambem produto das escolas do clube e contemporaneo do Beto, Dani, Alfredo Boia, etc). Os canhotos (Af. Martins, Porfirio, Dani e Dominguez, os outros 6 eram para defender)partiram a loica toda.
Outras vedetas italianas em campo: C. Panucci e Bobo Vieiri.
Quem e' este nr. 17? Alguem em cima dizer um tal de Lito. Sera' o Litos do boavista?
Rui Jorge e Paulo Alves foram 2 dos 3 "cotas" escolhidos para integrar uma seleccao que se quer sub-23. Alguem se lembra quem era o 3.?

Paula Cruz disse...

Com estes sucessos todos Andrade é um jogador sem dúvida de grande craveira! Não devemos deixar de lembrar sempre o seu nome, como grande sportinguista e acima de tudo como grande vencedor! Bem haja Andrade!!!

Dingo disse...

O terceiro devia ser o Nuno Espírito Santo eu acho.

Anónimo disse...

O Rui Jorge não foi um dos 3 não sub-23 a ser escolhido. Eles foram o Paulo Alves (campeão do mundo em Rhiad), e os campeões de lisboa Rui Bento e Capucho. Lembro-me também das enormes arrancadas do Kenedy ainda antes do meio (sempre em força) que deixaram meia europa atrás dele, tendo então assinado pelo PSG. Estes J.O. ficaram marcados também pela polémica vitória nigeriana devido às falsas idades dos seus atletas.

ALEXANDRE disse...

Atenção pessoal! O jogador com o nº17 não é o Lito, é o LITOS que jogava no Boavista. Os restantes são o Peixe, o Capucho, o Vidigal, o Paulo Alves, o Costinha (g.r.), o Dani, o Afonso Martins, o Rui Jorge, o Andrade e o Rui Bento.
É curioso verificar que, à excepção do Litos, todos os outros 10 jogadores que compõem esta equipa jogaram no Sporting. Esta equipa de 1996 tinha na altura 6 jogadores a jogar no Sporting: Costinha, Peixe, Vidigal, Afonso Marins, Dani e Paulo Alves.

Anónimo disse...

Como habitante de Caneças, tem sido uma honra ver por aqui várias vezes o Andrade, e só agora fiquei a saber que ele treinava os jovens do Caneças. Vou-me inteirar um pouco mais do clube para assistir alguns treinos ou jogos.

Já agora dou os parabéns a quem realiza este blogue, sou frequentador deste espaço e está excelente, como Belenense desde pequeno gosto de recordar estás memórias.

João Ricardo

Bruno P. disse...

Curioso o facto do Andrade estar actualmente a exercer funções de técnico em Caneças, desconhecia :)
Qualquer dia vou visita-lo...

Foi sem dúvida um jogador que deixou a sua marca pela sua garra e vontade de jogar!