sexta-feira, 14 de maio de 2010

Equipa do Sporting (1987/88)


ALEXANDRE disse...

Esta foi a equipa leonina que perdeu, no Estádio da Luz, com o Benfica, por 4-1, no dia 6 de Março de 1988. O falecido António Morais tinha chegado há pouco tempo ao comando técnico do Sporting, substituindo o técnico inglês Keith Burkinshaw.

Em cima (da esquerda para a direita): Venâncio (cap.), Rui Correia (g.r.), Duílio, Mário Jorge, Virgílio e João Luís. Em baixo (mesma ordem): Oceano, Paulinho Cascavel, Sealy, Silvinho e Carlos Xavier.

O Sporting alinhou (em 4x4x2) da seguinte forma:

Rui Correia; João Luís, Duílio, Venâncio e Virgílio; Carlos Xavier, Oceano, Mário Jorge e Silvinho; Sealy e Paulinho Cascavel.

O Sporting adiantou-se no marcador, logo aos 3 minutos de jogo. Porém, foi "sol de pouca dura", pois o pior estava para vir.

Tal como agora, o Sporting terminou o campeonato-87/88 na 4ª posição (atrás do Belenenses), a 19 pontos do campeão nacional, o F.C. Porto.

Ângela disse...
Onde é que foram desencantar esse Burkinshaw? O tempo que esteve no clube não fez nada de jeito e o pior que conseguiu fazer foi ter dispensado o nosso velho capitão Manuel Fernandes! António Morais pegou na equipa, estava esta no 7º lugar! Conseguiu o 4º lugar final, a 1 ponto do Belenenses, 3º, e o apuramento para a Taça UEFA. Fez um bom trabalho e à semelhança de Carvalhal esta época, também não ficou. A temporada 87/88 teve muitas semelhanças com esta que agora terminou, 2009/10. A excepção mesmo foi a conquista da Supertaça (87/88), ao Benfica, com dupla vitória, 3-0 e 1-0. O plantel era desiquilibrado e a defesa era fraca.

6 comentários:

ALEXANDRE disse...

Esta foi a equipa leonina que perdeu, no Estádio da Luz, com o Benfica, por 4-1, no dia 6 de Março de 1988. O falecido António Morais tinha chegado há pouco tempo ao comando técnico do Sporting, substituindo o técnico inglês Keith Burkinshaw.
Em cima (da esquerda para a direita): Venâncio (cap.), Rui Correia (g.r.), Duílio, Mário Jorge, Virgílio e João Luís. Em baixo (mesma ordem): Oceano, Paulinho Cascavel, Sealy, Silvinho e Carlos Xavier.
O Sporting alinhou (em 4x4x2) da seguinte forma:
Rui Correia; João Luís, Duílio, Venâncio e Virgílio; Carlos Xavier, Oceano, Mário Jorge e Silvinho; Sealy e Paulinho Cascavel.
O Sporting adiantou-se no marcador, logo aos 3 minutos de jogo. Porém, foi "sol de pouca dura", pois o pior estava para vir.
Tal como agora, o Sporting terminou o campeonato-87/88 na 4ª posição (atrás do Belenenses), a 19 pontos do campeão nacional, o F.C. Porto.

Ângela disse...

Onde é que foram desencantar esse Burkinshaw? O tempo que esteve no clube não fez nada de jeito e o pior que conseguiu fazer foi ter dispensado o nosso velho capitão Manuel Fernandes! António Morais pegou na equipa, estava esta no 7º lugar! Conseguiu o 4º lugar final, a 1 ponto do Belenenses, 3º, e o apuramento para a Taça UEFA. Fez um bom trabalho e à semelhança de Carvalhal esta época, também não ficou. A temporada 87/88 teve muitas semelhanças com esta que agora terminou, 2009/10. A excepção mesmo foi a conquista da Supertaça (87/88), ao Benfica, com dupla vitória, 3-0 e 1-0.
O plantel era desiquilibrado e a defesa era fraca.

Nuno Caetano disse...

Alexandre,
Sol de pouca dura porque à meia-hora já estávamos a perder 3-1...

Apenas me parece, nessa constituição da equipa, que o Mário Jorge jogou a defesa esquerdo e o Virgílio no meio-campo.

Dingo disse...

O Sporting dessa época perdeu 4-0 em Penafiel (golos de Djão, César 2, & Caetano). Foi no primeiro jogo com o António Morais à frente.

Esse António Morais havia sido jogador de futebol, sabem? Se foi, onde foi que jogou?

O António Morais viria a falecer algum tempo depois. Alguém sabe quando. Creio ter sido de acidente na estrada. Paz à sua Alma!

ALEXANDRE disse...

Caro amigo Dingo.
António Morais foi jogador do F.C. Porto entre 1952 e 1962, tendo ainda jogado, na parte final da carreira, no Braga e no Tirsense. Como treinador do Sporting, Morais fez 22 jogos (10 vitórias, 7 empates e 5 derrotas). Era treinador do Leixões quando, em 1989, faleceu, vítima de um brutal acidente de viação. Foi um grande homem e um grande treinador e como adjunto de Pedroto esteve presente nas grandes conquistas do Boavista e do F.C. Porto e, ainda, esteve ao serviço do Vitória de Guimarães e do Rio Ave. Fez, ainda, parte da Comissão Técnica da Selecção Nacional que garantiu o apuramento para o Campeonato da Europa de 1984 em França, e onde esteve presente, alcançando um brilhante 3ºlugar. António morais, um grande senhor do futebol português!

Dingo disse...

Amigo Alexandre,

Muito obrigado pelos detalhes.

Um abraço.