segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Zinho



Celso Santiago de Sousa, conhecido, no meio futebolístico, por Zinho, nasceu a 5 de Julho de 1962, no Rio de Janeiro, e foi um médio brasileiro que jogou no Sporting na época de 1986/87.
Zinho chegou a Portugal muito novo, com apenas 20 anos, no início da época de 1982/83, para jogar no Sporting de Braga. Ao serviço do clube minhoto, Zinho realizou 4 excelentes temporadas, tendo-se afirmado como titular indiscutível na posição de médio criativo, destacando-se como "patrão" do meio campo bracarense.
No final da sua 4ª época consecutiva em Braga, Zinho foi contratado pelo Sporting, no começo da temporada de 1986/87, cujo treinador da altura, Manuel José, o tinha aconselhado aos dirigentes leoninos.
Zinho estreou-se com a camisola do Sporting a 20 de Agosto de 1986, no Estádio José Alvalade, em jogo a contar para a 1ª jornada do campeonato dessa época, tendo o Sporting derrotado o Desportivo de Chaves, por 3-1.
Ao serviço dos "leões", Zinho realizou um total de 29 jogos, tendo marcado 5 golos. O médio brasileiro foi um dos jogadores mais utilizados do plantel nessa temporada, embora, na parte final da época, tenha deixado de ser opção, facto este a que não será alheia a mudança de treinador, entretanto verificada, em Fevereiro de 1987, com a entrada do técnico inglês, Keith Burkinshaw, substituindo Manuel José no comando da equipa leonina.
Apesar de só ter permanecido uma época em Alvalade, Zinho deixou uma boa imagem, como profissional honesto e dedicado, tendo, desde logo, conseguido assumir-se como titular dos "leões", conferindo ao meio campo leonino uma mistura de criatividade e técnica com garra e espírito de luta.
Relativamente a Zinho, podemos recordar algumas excelentes exibições rubricadas pelo médio brasileiro, destacando-se, de entre elas, duas: o 2º jogo em Alvalade (vitória, por 2-1, diante do Barcelona) referente à 2ª eliminatória da Taça UEFA, inglória e injustamente perdida para a equipa catalã e a goleada histórica dos 7-1 imposta ao Benfica. Nestes 2 jogos, Zinho efectuou duas grandes partidas, mostrando, como médio ofensivo, toda a sua qualidade técnica, com um bom poder de finta e uma excelente visão de jogo, fazendo grandes passes e aberturas a desmarcar os colegas.
No final da época de 1986/87, Zinho acabou por abandonar o Sporting, sentindo que, com a continuidade do treinador inglês, dificilmente iria ser opção para jogar a titular. Regressou ao Sporting de Braga onde permaneceu apenas uma temporada, saindo na época seguinte (1988/89) para o Penafiel, clube no qual também só ficou uma época.
Na época de 1989/90, Zinho já não estava ao serviço de nenhum clube da 1ª Divisão, tendo, provavelmente, regressado ao Brasil, onde terá continuado a sua carreira, pois contava apenas 27 anos.