segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Madalena Gentil - Uma das maiores praticantes de ténis de mesa da História do Sporting e da modalidade em Portugal.

Madalena Gentil oferece a sua raquete e uma fotografia sua emoldurada ao
"Mundo Sporting", na presença de Mário Casquilho, Director do museu.

Ao longo dos seus quase 2 anos de existência, o Armazém Leonino tem procurado divulgar os feitos, conquistas, vitórias e títulos alcançados pelo Sporting nas mais variadas modalidades e escalões, assim como tem, igualmente, dado a conhecer as principais figuras e atletas que contribuíram, com o seu valor, empenho e dedicação, para fazer do Sporting a maior potência desportiva nacional e uma das maiores da Europa.
Somos da opinião de que a cultura desportiva de qualquer cidadão e adepto deve abarcar, tanto quanto possível, o conhecimento (embora em diferentes graus) do maior número de modalidades desportivas praticadas num determinado país, e não deve estar limitado, como se constata em Portugal, apenas ao futebol e a pouco mais de duas ou três modalidades.

Da esquerda para a direita: Ana Lia, Madalena Gentil, Ana Maria,
Ana Rebordão e António Ramos.

Esta visão global e abrangente do desporto é que promove o eclectismo e a riqueza de um clube, sendo disso exemplo a actividade desenvolvida no Sporting, em prol de várias modalidades, por parte do Dr. Salazar Carreira, do Prof. Reis Pinto e de Moniz Pereira (só para citar 3 casos emblemáticos), o "Senhor Atletismo", que conta já 89 anos, ainda cheios de vida e saúde!
Aliás, a grandeza e o prestígio que o Sporting foi adquirindo ao longo de mais de 100 anos de História deve-os aos inúmeros feitos alcançados por grandes atletas nas mais diversas modalidades (ditas amadoras!), por vezes injustamente esquecidas ou, pelo menos, em relação às quais é dada uma menor atenção, carinho e importância.

Madalena Gentil (à direita) e Anabela na sala de ténis de mesa
do antigo Estádio José Alvalade.

À semelhança do que já fez noutras ocasiões, relativamente a outros grandes atletas leoninos, o Armazém Leonino tem a honra e o prazer de voltar a escrever um artigo biográfico, desta vez, sobre uma valorosa atleta do Sporting dos finais da década de 60 e década de 70, grande praticante de ténis de mesa, na verdade, uma das melhores de sempre do Sporting e do ténis de mesa feminino nacional. Estamos a falar de Madalena Gentil, uma grande sportinguista, a quem agradecemos a amabilidade e generosidade que teve para connosco no envio de algumas preciosas fotos do seu arquivo pessoal, assim como dos registos mais importantes do seu brilhante currículo desportivo, o qual temos o privilégio e o orgulho de apresentar aos nossos amigos visitantes sportinguistas.

Madalena Gentil a ler atentamente a secção
referente ao ténis de mesa do "Mundo Sporting".

Madalena Filomena Monteiro Gentil nasceu em Lisboa, a 30 de Setembro de 1952, estando, portanto, prestes a completar 58 anos de idade. Iniciou a sua actividade de praticante de ténis de mesa no Sporting, em 1967, com 15 anos, tendo durante 38 (!) anos (entre 1969 e 2007) sido funcionária do clube de Alvalade, trabalhando na secretaria de sócios.

 
Madalena Gentil a trabalhar nos serviços de secretaria do Sporting.

O palmarés desportivo de Madalena Gentil é brilhante e atesta bem a categoria desta atleta como praticante de uma modalidade que sempre teve grandes tradições no Sporting, não sendo, por acaso, que o clube leonino sempre foi e continua a ser a maior potência nacional de ténis de mesa.
Madalena Gentil foi 6 vezes campeã nacional (singulares), 4 delas consecutivas, em 1968, 1973, 1974, 1975, 1976 e 1978. Foi também 5 vezes campeã nacional de pares femininos (1967, 1972, 1973, 1978 e 1979) e duas vezes campeã nacional de pares mistos (1974 e 1978). Pelo Sporting, foi 5 vezes campeã nacional (por equipas), em 1972, 1973, 1975, 1976 e 1977, falhando apenas o título de 1974, para ser hexacampeã nacional!

Madalena Gentil em acção num jogo a contar para o Campeonato Nacional,
realizado na Figueira da Foz, onde se sagraria, pela 1ª vez, campeã nacional (1968).

A sua carreira desportiva foi sendo abrilhantada por outras vitórias e títulos, nomeadamente, em Campeonatos de Lisboa, Taças de Portugal e diversos torneios particulares. Foi igualmente várias vezes internacional da modalidade por Portugal, tendo sido Campeã Ibérica de pares mistos, fazendo dupla com Óscar Lameira, outro grande praticante leonino da modalidade.

Madalena Gentil exibe o troféu ganho pelo Sporting num Torneio
em Peniche, no qual a atleta leonina ficou em 1º lugar (singulares).

Ao longo de quase década e meia de dedicação à modalidade como exímia praticante, Madalena Gentil foi alvo de diversas distinções e homenagens desportivas de elevado prestígio, das quais se destacam as seguintes:
- Medalha Olímpica "Nobre Guedes" (Comité Olímpico Português), em 1978;
- Prémio "Stromp", em 1978;
- Sócio de Mérito da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa, em 1979;
- Diploma comemorativo de campeã nacional no 75º Aniversário do Sporting, em 1981;
- "Rugidos de Leão", em 1991.

Perante tudo aquilo que ficou escrito, penso que não há muito mais a dizer no que diz respeito à dedicação, empenho, profissionalismo e amor ao clube de que Madalena Gentil sempre deu provas, sendo, na verdade, uma das atletas que fica na História do Sporting e do ténis de mesa em Portugal, como grande exemplo de entrega e paixão a um clube e a uma modalidade.
Madalena Gentil (com o equipamento da Selecção Nacional) na sala
de tenis de mesa do velhinho e saudoso Estádio José Alvalade.

A Instituição Sporting tem o dever moral de recordar, divulgar e perpetuar a sua memória histórica, homenageando, não apenas a título póstumo, mas, sobretudo, em vida, os seus antigos atletas e praticantes que, nas várias modalidades, deram muito de si ao clube, engrandecendo-o e prestigiando-o, em Portugal e no Estrangeiro.
Na sua humilde, singela mas nobre missão, é isso que o Armazém Leonino promete continuar a fazer. O seu património humano é aquilo que de mais rico um clube pode ter!

4 comentários:

CARLOS disse...

ISTO SIM É O SPORTING. AGORA ESTA CAMBADA QUE POPULA NA DIRECÇÃO E A ESMAGADORA MAIORIA DOS JOGADORES DE FUTEBOL SÃO UM LIXO UMA ESCUMALHA, QUE ENVERGONHA OS VERDADEIROS SPORTINGUISTAS.

Rui Moura disse...

Nem sei o que dizer. Isto é sempre tudo muito bom. Deixo um abraço leonino.

Fluzão Eterno disse...

Criei um blog sobre meu time de coração que é Fluminense e gostaria de perguntar
se você poderia me ajudar fazendo uma parceria de link comigo,desde já muito
obrigado e parabéns pelo seu blog:
http://fluzaoeterno.blogspot.com/

Fluzão Eterno

Ainda tenho o
http://fazendadohumor.blogspot.com/
Humor
http://atualinformaticanews.blogspot.com/
Informatica
http://www.heroisdavida.blogspot.com/
Vida de bombeiro

Por favor me ajude com essa parceria de link ai,um abração e fico na torcida para
que você aceite

Bruno P. disse...

Aqui está uma das funções tão brilhantemente executadas pelo Armazem Leonino: homenagear verdadeiros leões que contribuíram e contribuem para a história de sucesso do nosso amor, SCP.

Desconhecia por completo esta bonita e bem sucedida história da D. Madalena Gentil, porém conhecia-a como funcionária da nossa secretaria.

Parabéns!