domingo, 6 de março de 2011

Kikas


Francisco Miguel Lima de Pinho, nascido a 20 de Outubro de 1956, em São João da Madeira, conhecido no meio futebolístico por "Kikas", foi um defesa central de razoável qualidade que passou pelo Sporting no início da década de 80, tendo estado apenas duas épocas ao serviço dos "leões".
Kikas iniciou a sua carreira de futebolista no clube da sua terra, a Sanjoanense, à semelhança, aliás, de outros conhecidos futebolistas portugueses naturais de São João da Madeira, como Sousa e Litos. A seguir, representou o Valecambrense, ingressando com 22 anos no Penafiel, então a militar na 2ª Divisão, no início da época de 1979/80. No final dessa temporada, o Penafiel sobe à 1ª Divisão e Kikas afirma-se como titular da defesa penafidelense, reforçando esse estatuto nas duas épocas seguintes. Nessas 3 temporadas ao serviço do Penafiel, Kikas dá nas vistas, destacando-se como um dos jogadores mais influentes da equipa.
Fruto das boas exibições realizadas em Penafiel, o Sporting contrata Kikas no começo da época de 1982/83, procurando colmatar a saída de Eurico para o F.C. Porto. Esta contratação tem o aval de Oliveira que conhece bem Kikas, pois havia sido seu treinador-jogador em Penafiel na época de 1980/81.
Na primeira época em Alvalade, Kikas realiza um total de 18 jogos, não conseguindo, porém, impor-se como titular indiscutível da defesa leonina, alternando a titularidade com algumas ausências. Nessa primeira temporada, Kikas ajuda a equipa leonina a conquistar a Supertaça "Cândido de Oliveira", sendo titular no jogo da 2ª mão, em Alvalade, no qual o Sporting vence o Sporting de Braga por 6-1. Kikas estreia-se com a camisola leonina na 2ª jornada do campeonato, a 24 de Agosto de 1982, no Estádio das Antas diante do F.C. Porto, cujo jogo termina empatado (0-0).

Equipa leonina que defrontou e derrotou (1-0), em Alvalade, o Benfica na
época de 1982/83. Kikas é o 3º jogador em cima a contar da direita.

No início da época seguinte, após 2 jogos efectuados para o campeonato, e quando se preparava para lutar definitivamente pela titularidade da defesa leonina, Kikas sofre um grave acidente de viação, escapando com vida, mas ficando praticamente com a temporada perdida, pois o tempo de recuperação foi demorado. Foi um momento de azar que marcou a época de Kikas e a própria carreira no Sporting, pois na época de 1984/85, ingressa na Académica de Coimbra, procurando a sorte que lhe faltou em Alvalade, apesar de na primeira época ainda ter mostrado algum do seu valor, nomeadamente, por exemplo, no "derby" Sporting-Benfica (1-0), no qual foi titular, fazendo dupla com Venâncio, tendo realizado uma bela exibição.
Ao serviço da Académica, Kikas assumiu-se como titular da defesa estudantil, permanecendo 3 temporadas em Coimbra. No final da época de 1986/87, então prestes a completar 31 anos, Kikas abandona o futebol, após 7 temporadas no escalão maior do futebol português.

12 comentários:

Anónimo disse...

"Foi um defesa central de razoável qualidade". Ora aí está forma eufemística bastante simpática de classificar um "grandalhão" sem jeitinho nenhum para jogar à bola.

Como diria o outro, com "photo shop" todos ficam bem.

Dingo disse...

O seu ao seu dono! O Kikas não era mau jogador! Lembro-me dele no Penafiel, junto com o Oliveira, o Faia, o Babá, etc.

Anónimo disse...

Damn Sporting! Esta é a primeira época do longo jejum de 18 anos a chuchar no dedo. Como foi possível deixar sair o Inácio e - sobretudo - o Eurico (à época o melhor central português) para o clube do Pico da Bosta?!

Pois, pois, history repeats itself.

Márcio Silva disse...

Finalmente vai surgir um verdadeiro candidato ao Sporting Clube de Portugal.
A alternativa que tanto se aclamava pelo universo Sportinguista, poderá estar, sem duvida, neste candidato.
Vejam e deliciem-se:

http://www.youtube.com/watch?v=bHg98-vXTb4

Miguel Dias disse...

Anónimo disse:"Como foi possível deixar sair o Inácio e - sobretudo - o Eurico (à época o melhor central português) para o clube do Pico da Bosta?!"`É fácil de explicar, foi um acordo em que o Sporting trocou o Inácio e o Eurico pelo Romeu (à época o melhor médio atacante português) e o Gabriel aque jogavam no Porto.

Dingo disse...

Amigo Miguel Dias,

O Eurico e o Inácio saíram do Sporting no Verão de 1982, pode crer. O Romeu e o Gabriel entraram no Sporting no Verão de 1983, eu acho (e o Pacheco e o Sousa no Verão de 1984). Portanto, trata-se de transferências em épocas diferentes!

Dingo disse...

Não percebi foi como o Sporting não foi buscar um Gregório Freixo (do V. Guimarães), ou Artur (do Boavista), ou Nivaldo (do V. Guimarães) para colmatar as saídas de Eurico e Inácio!

pedro disse...

troca de links???

Responda no meu blog

http://amordeleao.blogspot.com/

Anónimo disse...

O Eurico e o Inácio saíram única e simplesmente porque o João Rocha não quis (não pôde!) cobrir a oferta milionária que chegou lá de cima - na altura, nem Sporting nem Benfica podiam competir com a capacidade de investimento que o "comendador" garantia ao Porto.

Como clarifica o Dingo, o Gabriel e o Romeu chegaram um ano depois da abalada da dupla defensiva. Ambos dispensados pelo Porto; ambos já na curva descendente da carreira - nenhum deles fora titular do Porto na época 82-83.

Sporting e Benfica ainda hoje não aprenderam a lição. Excepto períodos curtos, sempre fizeram o "jogo" do Porto, dispondo-se a serem o seu inimigo "figadal" à vez; e também o seu aliado "dócil".

Uma pena que nos "bastidores" lisboetas não se perceba de uma vez por todas que nem a rivalidade "doméstica" sobreviverá a médio prazo sem "cortar a cabeça" à "hidra" nortenha.

Para o Sporting, parece ser em qualquer caso tarde demais.

Anónimo disse...

Sr Anónimo do último comentário. Não sabe o quanto concordo com o seu comentário.
Como benfiquista concordo revejo-me nas suas palavras.

"Uma pena que nos "bastidores" lisboetas não se perceba de uma vez por todas que nem a rivalidade "doméstica" sobreviverá a médio prazo sem "cortar a cabeça" à "hidra" nortenha" -- esta frase parece plagiada, tantas foram as vezes que já falei nisso.
Parabéns

pedro disse...

Troca de links ?!??

Responda no meu blogger.


http://amordeleao.blogspot.com/

Anónimo disse...

Além de excelente central na minha Académica foi, ainda, durante largos anos o treinador do Sertanense com bons e sólidos resultados. Não sei por onde anda e o que faz actualmente mas aqui esta um técnico que nunca teve as oportunidades que merecia.