sábado, 28 de fevereiro de 2015

Recordações de um clássico F.C. Porto - Sporting com quase 30 anos!


Realiza-se, amanhã à noite, no Estádio do Dragão, mais um grande clássico do futebol português, o F.C. Porto - Sporting, a contar para a 23ª jornada do Campeonato Nacional. Trata-se do 81º jogo entre estes dois grandes rivais, tendo o F.C. Porto na condição de equipa visitada. Nos anteriores 80 confrontos disputados no reduto portista, a contar para o campeonato nacional, há a registar 43 vitórias do F.C. Porto, 24 empates e apenas 13 vitórias do Sporting.
Esta estatística mostra bem as enormes dificuldades que o Sporting sempre tem sentido, ao longo dos anos, quando tem de se deslocar ao terreno do F.C. Porto. A última vitória do Sporting em casa dos portistas ocorreu há já 8 anos, tendo sido alcançada na época de 2006/07, fruto de um golo solitário apontado pelo defesa chileno Rodrigo Tello. Aliás, a última vez que o Sporting logrou pontuar no Estádio do Dragão foi na época de 2008/09, tendo-se então registado um empate (0-0). De então para cá, não mais a equipa leonina conseguiu evitar a derrota.

O antigo e saudoso Estádio das Antas, palco magnífico de inúmeros e
inesquecíveis clássicos F.C. Porto - Sporting.

A propósito do 81º confronto que amanhã vai opor "dragões" a "leões", o Armazém Leonino recorda hoje um outro clássico disputado há quase 30 anos, na já longínqua temporada de 1985/86, o qual terminou com a vitória portista por 2-1. Este jogo, a contar para a 9ª jornada do campeonato nacional, realizou-se no Estádio das Antas, num sábado à noite, mais concretamente, a 2 de Novembro de 1985.
Na sua edição de sábado, o jornal "A Bola" publicava a habitual e indispensável caricatura da autoria do mestre Francisco Zambujal, alusiva ao clássico dessa noite que iria opor estes dois eternos rivais. Trata-se, na verdade, de uma belíssima caricatura!

O "dragão", Artur Jorge, e o "leão", Manuel José, lutam pela liderança do campeonato.

O Sporting, então treinado por Manuel José, alinhou num sistema tático de 4x4x2, da seguinte forma: Damas; Gabriel, Morato, Venâncio e Fernando Mendes; Oceano, Jaime Pacheco, Sousa e Mário Jorge; Meade e Jordão. Aos 61 minutos de jogo, Gabriel foi substituído por Saucedo e aos 67 minutos foi a vez de Meade ser rendido por Litos.

Equipa leonina que alinhou no clássico das Antas, na época de 1985-86.
Em cima (da esquerda para a direita): Venâncio, Jordão, Gabriel, Morato,
Mário Jorge, Meade e Damas.
Em baixo (mesma ordem): Oceano, Fernando Mendes, Jaime Pacheco e Sousa.

Tal como o resultado final sugere, tratou-se de facto de um jogo bastante equilibrado e renhido, com incerteza no resultado até ao final do encontro. Com efeito, foi uma partida muito bem jogada, cheia de lances e jogadas bem delineadas de parte a parte, com oportunidades de golo para ambos os lados e com muita emoção do 1º ao último minuto.
À partida para este jogo, F.C. Porto e Sporting lutavam pela liderança no campeonato e quer uma quer outra equipa atravessavam um bom momento de forma, para além de serem constituídas por jogadores de enorme qualidade técnica e tática. O F.C. Porto entrou melhor no jogo e adiantou-se no marcador aos 16 minutos, por intermédio de André. Durante a 1ª parte, o F.C. Porto manteve um ligeiro ascendente sobre o Sporting, assumindo um maior domínio territorial face ao adversário. Neste período, o F.C. Porto arriscou mais no que diz respeito ao desenvolvimento de ações atacantes, embora o Sporting nunca deixasse de responder em rápidos contra-ataques que obrigavam a defesa portista a estar sempre em alerta máximo.
Logo no reatamento da partida, aos 48 minutos, o F.C. Porto volta a marcar, por intermédio de Lima Pereira, deixando o Sporting numa situação bastante delicada em termos de uma possível recuperação. Contudo, o Sporting reagiu muito bem a essa adversidade e viria 6 minutos depois a reduzir a desvantagem, por intermédio de Venâncio. A partir daí, o Sporting desinibiu-se completamente e soltou-se em campo, partindo para cima do F.C. Porto em busca da igualdade. Até final da partida, assistiu-se a um jogo de parada e resposta, com lances de perigo em ambas as balizas e com oportunidade de golo de parte a parte. Na 2ª parte, o Sporting foi a equipa mais perigosa e aquela que arriscou mais na tentativa de conseguir pontuar, o que não viria a acontecer por manifesta infelicidade.
No cômputo geral dos 90 minutos, tendo em conta a exibição das duas equipas e as oportunidades de golo criadas por ambas, o resultado mais justo seria o empate, pois na 2ª parte o Sporting teve uma reação muito boa, perdendo o respeito ao F.C. Porto que jogava em casa e criando as melhores oportunidades de golo. Mas acima de tudo, tratou-se de um excelente espetáculo de futebol, jogado pelas duas melhores equipas do campeonato.
Com esta vitória, o F.C. Porto assumia a liderança da prova numa altura em que ainda havia muitas jornadas para disputar, pois ainda faltavam 6 jornadas para o fim da 1ª volta. Após um final de campeonato extremamente emocionante e disputado, quase palmo a palmo até à última jornada, o F.C. Porto acabaria por ultrapassar o Benfica, conquistando o campeonato com apenas 2 pontos de vantagem sobre o seu rival lisboeta, ficando o Sporting na 3ª posição, a 3 pontos do campeão nacional.
Ao contrário daquilo que se verificou há quase 30 anos no antigo e saudoso Estádio das Antas, amanhã à noite, no Estádio do Dragão, esperamos e desejamos que, desta vez, o Sporting consiga pontuar. Se não for possível alcançar a vitória, pelo menos, que consiga o empate, embora só a vitória interesse ao Sporting, tendo em vista não perder mais pontos para o líder Benfica. Acima de tudo, fazemos votos para que seja um excelente espetáculo de propaganda da modalidade, com futebol bem jogado por parte das duas equipas e com "fairplay" entre os jogadores dentro das quatro linhas e, igualmente, com civismo e espírito desportivo, entre os adeptos, fora delas.
A equipa leonina atravessa um bom momento de forma, estando a praticar um futebol bastante atrativo e entusiasmante, oferecendo, à sua vasta e fiel massa adepta, espetáculos agradáveis, apenas pecando pela falta de eficácia na concretização das inúmeras oportunidades de golo criadas.
Trata-se de um jogo com elevado grau de dificuldade diante do F.C. Porto que joga em casa e que não pode perder mais pontos se quiser aproximar-se do Benfica na tabela classificativa. Contudo, esta época, parece-nos que o F.C. Porto não está tão forte e confiante como em anos anteriores, apresentando algumas debilidades defensivas e uma menor capacidade ofensiva, comparativamente com temporadas passadas. No entanto, ao contrário da equipa portista, a equipa leonina apresenta-se mais desgastada, quer do ponto de vista físico, quer do ponto de vista anímico, em virtude do jogo exigente que teve de disputar na passada 5ª feira frente à equipa alemã do Wolsburgo e que ditou a eliminação do Sporting da Liga Europa.


2 comentários:

Elbacaladito doPutugal disse...

Portugal é um grande cagavam sobre um pau e um povo com palhacos xenophobos, racistas e muito mais!!!

Pa mais imformaciones visitem:

http://portugaleumamerda.blogspot.ca/
http://portugalisaracistcountry.blogspot.ca/

Forcadelta5 disse...

==========================================================

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

WELL, LET ME ORIENT YOU ON SOMETHING ELSE THE PORTUGUESE DONT WANT YOU TO KNOW ABOUT BUT ENJOY BEING:

===================================================================================

PORTUGAL IS A HIGHLY RACIST AND XENOPHOBIC COUNTRY!

DO NOT SPEND YOUR HARD, EARNED MONEY VISITING THERE,
OR DOING BUSINESS WITH PORTUGAL!!!

PORTUGAL = RACISM 100%

VISIT THESE SITES TO BE INFORMED ABOUT RACIST PORTUGUESE:

http://portugalisaracistcountry.blogspot.ca/

http://portugalisxenophobic.blogspot.ca
=========================================================

ps
THESE GUYS ARE ANTI-BLACK, ANTI-SPANISH, ANTI-ANGOLAN, ANTI-MOZAMBIQUE AND ANTI-BRASILIAN, AND ANTI EVERYTHING ELSE SO WHY WOULD YOU DO BUSINESS WITH THESE PIGS????