domingo, 6 de setembro de 2009

Sporting - 21 / Mindelense - 0 (1970-71)


Já aqui falámos de 2 recordes que são pertença do Sporting: a maior goleada das competições europeias de clubes (16-1 ao Apoel de Chipre, jogo da Taça das Taças da época de 1963/64) e a maior goleada dos campeonatos nacionais (14-0 ao Leça, jogo do campeonato da época de 1941/42). Como não há duas sem três, vamos hoje falar de um 3º recorde, igualmente pertença do Sporting, que passamos, de seguida, a descrever.
Este 3º recorde diz respeito a uma outra goleada obtida pelos "leões", por sinal, a maior de todas as goleadas obtidas por uma equipa portuguesa numa competição nacional, a qual ocorreu a 23 de Maio de 1971, no Estádio José Alvalade, num jogo a contar para os oitavos-de-final da Taça de Portugal, no qual o Sporting venceu o Mindelense de Cabo Verde, por 21-0!
Com feito, antes do 25 de Abril de 1974 e da consequente descolonização e independência das antigas "Províncias Ultramarinas", equipas de Angola, Moçambique, Guiné Bissau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe participavam também na Taça de Portugal, competindo, nesta prova, com as equipas da, então chamada, "Metrópole", hoje Portugal Continental.
Para a história desse jogo, aqui fica a constituição da equipa do Sporting que alinhou nesse histórico jogo, seguida de uma foto com os jogadores misturados das duas equipas:
Damas; Laranjeira, Caló, José Carlos (cap.) (entrou Pedro Gomes, aos 45 m) e Manaca; Tomé e Pedras; Chico, Lourenço, Peres e Dinis (entrou Marinho, aos 61 m).
Peres e Lourenço foram os goleadores de serviço dos "leões", tendo marcado, respectivamente, 7 e 6 golos, seguindo-se Pedras com 3 golos, Tomé com 2 golos, tendo mais 3 jogadores apontado 1 golo cada (Marinho, Dinis e Chico Faria).
O Sporting, então treinado por Fernando Vaz, seria, aliás, o vencedor da Taça de Portugal dessa época, derrotando, de forma convincente, o Benfica (campeão nacional), por um concludente 4-1, com os golos dos "leões" a serem apontador por Dinis, Nelson e Chico (2 golos).
Na foto apresentada em cima, podemos ver o momento da consagração leonina na tribuna de honra do Estádio Nacional, onde o capitão leonino José Carlos ergue a Taça de Portugal de 1970/71.

3 comentários:

sloct disse...

Eu tinha sete anos nesta altura, e sei que vi este jogo, porque o meu Pai me disse que o vi, mas confesso que não tenho ideia rigorosamente nenhuma.

Anónimo disse...

Vinha eu de regresso de Angola tendo ouvido o relato do jogo da final a bordo do Vera Cruz

Jose disse...

Boas,

Por acaso é mentira a maior goleada pertence ao belenenses com 15-1 à académica.

JBelém