sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Mário JARDEL

Mário Jardel Almeida Ribeiro, conhecido como Jardel, nasceu em Fortaleza a, 18 de Setembro de 1973, é um ex-futebolista leonino e internacional pela selecção brasileira, jogava na posição de avançado. Jardel ficou famoso pela sua alta impulsão (já havia tentado ser jogador de vôlei) que o levava a fazer vários golos de cabeça, talvez o melhor cabeceador de todos os tempos ("pessoalmente ainda não vi melhor" - Nuno Ramos dixit).

Teve uma passagem marcante em Portugal. Jogou no FC Porto, Sporting Clube de Portugal e no Sport Clube Beira-Mar. Mário Jardel foi dos melhores atacantes a jogar em Portugal. O número de golos que marcou, e a qualidade técnica de muitos desses golos falam por si.

Jogador formado no Ferroviário Atlético Clube. Jogou na equipa principal do Ferroviário em 1990. No ano seguinte, ainda jogando pelo Ferroviário, este atacante brilhou na Taça Rio de Janeiro de juvenis e despertou o interesse do Vasco da Gama.

Foi o melhor marcador da Taça Guanabara de 1994 com 17 golos, marcando dois golos na final contra o Fluminense. Sendo emprestado ao Grêmio de Porto Alegre em 1995. No Grêmio, Jardel ao lado de Paulo Nunes formou a "dupla infernal".

Mário Jardel caiu nas graças do técnico Luis Felipe Scolari que montou um esquema tático especial para ele. Com o Grêmio conquistou o título mais importante de sua carreira, a Copa Libertadores da América de 1995 e Jardel acabou sendo melhor marcador da competição com 12 golos.

No ano seguinte sagrou-se campeão gaúcho (estadual) e da Recopa sul-americana ao vencer o Independiente da Argentina por 4-1 marcando o terceiro golo. Para ficar com o jogador em definitivo, o Grêmio teria de pagar ao Vasco 1,2 milhões de dólares, valor considerado alto para a época e para o clube. A direcção do clube tricolor só conseguiu arrecadar juntar 10% do valor total e Jardel acabou sendo vendido ao FC Porto.

Foi no FC Porto que Jardel conheceu os outros êxitos desportivos da sua carreira. Foi vencedor da Supertaça Cândido de Oliveira na temporada 1996/97. Tricampeão português em 1996/97, 1997/98, 1998/99 e vencedor da Taça de Portugal em 1997/98 e 1999/00. Foi quatro vezes melhor marcador no Campeonato Nacional fazendo trinta golos em 31 jogos na época 1996/97, 26 golos em 30 jogos em 1997/98, 36 golos em 32 jogos na época 1998/99 e 38 golos em 32 jogos na época 1999/00. Nas competições europeias, Jardel, marcou 15 golos em 24 jogos nos quatro anos que jogou no Fc Porto. Venceu individualmente a "bota de prata" em 1997, a "bota de ouro" em 1999, também venceu o prêmio de maior "goleador da Europa" dado pela revista inglesa World Soccer. Ganhou a "bota de bronze" em 2000.

Transferiu-se para a Turquia na temporada 2000/2001, marcando 5 golos logo na estreia, e foi o melhor marcador pelo Galatasaray, marcando 24 golos em 22 jogos, porém, classificaram-se na 2ª posição. Nessa época, o único título do Galatasaray, foi a conquista da Supertaça Europeia, frente ao Real Madrid. Devido a lesões e problemas pessoais e de adaptação não ficou muito tempo no clube. Foi convocado onze vezes para a seleção brasileira jogando sete e marcando um golo contra a Tailândia.

Na época 2001/02, Jardel, tranferiu-se para o Sporting CP, onde permaneceu duas épocas (2001 a 2003), na primeira época foi Campeão Nacional, vencedor da Taça de Portugal e da Supertaça Nacional. Marcou 42 golos em 30 jogos na época 2001/02, sendo novamente "bota de ouro". A sua passagem pelo Sporting , foi determinante para o Sporting vencer a tripleta (Campeonato, Taça e Supertaça). Depois de uma época cheia de sucesso no Sporting , especulou-se muito acerca da sua transferência para um grande clube europeu. No entanto, essa tranferência não se veio a realizar. Na época 2002/03, Jardel fez poucos jogos fez pelo Sporting, e entrou em litígio com o Sporting, queixando-se no "Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol" que não tinha condições psicológicas para jogar futebol, e entrou em baixa médica. A sua ligação ao alcool e drogas ficava mais que evidente, ainda chegou a ser internado numa clinica de reabilitação. Foi nesta época, o principio do fim da carreira desportiva de Jardel, nunca mais foi o jogador de outrora.

Em 2003 transferiu-se para o Bolton de Inglaterra onde jogou sete partidas. Ainda em 2003 foi emprestado ao Ancona da Itália onde jogou apenas quatro partidas e não convenceu a equipa técnica devido à preparação física. Acabou sendo emprestado ao Palmeiras em Abril de 2004. Porém não jogou nenhum jogo. A partir daqui até à data de hoje Jardel teve passagens fugazes e sem éxito por vários clubes do Brasil e da Europa.

13 comentários:

RFM disse...

Grande memorando do JARDEL
Um excelente Jogador de area. Este sim. Facturava e muito.

Helder Medeiros disse...

Ao contrario de pontas de supermercado que nunca ganharam um titulo o JARDEL ganhou a Copa Libertadores da América de 1995 (Liga dos Campeões da America do Sul), marcou na primeira mão da final e foi o melhor mnarcador da competição.
Ao contrário de pontas de supermercado, que marcam no Sporting 104 golos em 187 jogos, MÁRIO JARDEL, O Ponta de Lança, marcou 130 golos em 125 jogos por uma equipa do bairro das antas e 53 golos em 49 jogos pelo Sporting.
HÁ DUVIDAS?

Helder Medeiros disse...

Em Portugal ganhou 4 campeonatos e 2 Botas de Ouro.
Quem?
O caixa de supermercado?
NÃO! O Jardel!!!

Anónimo disse...

O caixa de supermercado fez, faz e continuará a fazer muito mais pelo Sporting que um certo e determinado pugilista, perdão, ex-director desportivo.

Helder Medeiros disse...

O pugilista foi campeao nacional pelo Sporting coisa que o ex-caixa de supermercado nunca foi.
Mas o Sporting transformou-se num clube de tacinhas e tachinhos por isso esta tudo bem, manda-se embora o superior hierarquico que foi desrespeitado e fica-se com o jogador.
E fica o precedente para os jogadores poderem fazer o que quiserem.

sloct disse...

Sem querer tomar partido, está certo que os jogadores não podem fazer o que querem, mas os directores muito menos, e acho muito bem que o patrocinador duma das claques tenha sido demitido, embora, claro, a versão oficial seja outra.

E mesmo numa empresa, e eu profissionalmente lido com dezenas delas, não vejo nem nunca vi um superior hierárquico desrespeitado (se é que isso aconteceu mesmo, o que vem na imprensa a mim diz-me muito pouco) a reagir ao murro, contra quem o desrespeitou.

Por isso, para mim, o JEB esteve bem, rua com o director, e processo disciplinar para o jogador. Apenas lamento que, por razões legais, a multa apenas possa ser de 30% do valor do ordenado.

Se houvesse essa possibilidade legal, comigo eram 3 meses de ordenado, e ponto final parágrafo.

sloct disse...

E já agora, sobre o Jardel, apenas lamento que Lisboa o tenho destruído, porque ainda fazia mais 2-3 anos em grande no Sporting.

Anónimo disse...

Quem destruiu o Jardel foi quem não soube tomar conta dele.
Toda a gente sabia que o Jardel não tinha cabeça.
No tal clube de bairro do porto, o presidente do clube é que escolhia as companhias do Jardel, nomeadamente pagando ao Artur Oliveira (Arturinho) para andar 24horas por dia com ele.

ALEXANDRE disse...

Caros amigos. Desculpem a minha intromissão nestes comentários, mas penso que o caso que se passou entre o Liedson e o Sá Pinto não vem a propósito desta postagem sobre o Jardel. Nem sequer faz sentido estar agora a comparar o Jardel com o Liedson. São ambos grandes avançados, de estilos completamente diferentes, mas que sabem fazer golos como ninguém. Quem nos dera que o Sporting pudesse continuar a contar com jogadores destes nos próximos anos, independentemente do feitio e da personalidade de cada um, com virtudes e defeitos como qualquer ser humano! Viva o Sporting!

Rui Martins disse...

O grande problema foi o Super Mário só usar a cabeça para marcar golos...

WM disse...

E o pedreiro boxista só usar o soco porque não tem cabeça.
Que dupla bipulha---- jardel e sá pinto.

Joao Dinis disse...

Jardel assinou há dias pelo flamengo e promete chegar aos 500 golos na sua carreira, actualmente com 470!
Jardel, poderia vir jogar no Sporting e por objectivos! Alguém duvida que ele não facturaria? Dos melhores avançados que já vi jogar na minha vida. Parece que tinha um pacto com o esférico! Lembro-me quando ele veio para o FC Porto, nessa época os grandes eram só grandes craques de ataque, nós o Leandro e o Benfas, o Paulo Nunes!
Mas só o Jardel deu nas vistas e anos mais tarde, aquando da sua apresentação em alvalade, foi recebido em apoteose! Salvou a época de Boloni e do Sporting! Com Nicolae e João Pinto formou o "Tridente" mais famoso de Portugal, muito melhor ao de Zahovie Drulovic no FCP!!!

Miss jane disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,正妹牆,情色視訊,愛情小說,85cc成人片,成人貼圖站